Posts Tagged ‘trabalho’

Um mundão de coisas ao mesmo tempo

julho 28, 2010

A querida amiga Elisa Vidal me deu um puxão de orelha: “o Quarto do Bebê tá mais parado que olho de vidro!”

Entendi, entendi! Faz um bom tempo que não entro no Quarto, dou uma espanada na mobília e uma sacudida na roupa de cama. A dona mãe do LH então, coitada, nem olha pro relógio pra esquecer que o dia tem só 24 horas… Então, fique com um apanhadão geral do que pegou nos últimos meses de acordo com as visão do bom e velho pai.

Pra começar do começo, o velho pai não ensina nada de certo pro menino – deixando claro que não prometi fazer nada diferente disso, não. Fiz concurso de gritos com o moleque, ensinei o fedelho a fazer som de pum com a boca e fiz o guri curtir um bocado brincar de ficar em pé. Essa última, então, pro desespero da senhora dona mãe.

Uma novidade bacana é que o baixinho vai ganhar mais um priminho. Dessa vez, do lado da família da mamãe, só que essa história vou deixar pra ela contar.

Nesse meio tempo, troquei de trabalho. Estou mais pertinho de casa. Dá pra curtir o moleque antes de sair. Quando chego, tenho disposição pra brincar com ele antes da mamada. Agora, mesmo pertinho, o coração fica do tamanho de um caroço de feijão quando tiro uns minutinhos pra ver fotos do guri durante a tarde.

Falando em mais tempo com o babão, tô muito feliz em poder alimentar o guri pela primeira vez nesses quase seis meses. O pediatra liberou a papinha e os sucos. Então, todo dia de manhã, posso dar pelo menos uma mamadeira pra ele. As papinhas são dadas um pouco mais tarde, quando estou no trabalho, mas no final de semana faço a festa e deixo o guri todo lambuzado.

É claro que você sabe o que acontece quando entra a tal da papinha na vida dos bebês, né? Não sabe?! Bem… Pra começar, os puns são terríveis. Estava comendo outro dia com o moleque deitado na cama, quando ele mirou e soltou. E pra engolir o sanduíche? O cocô, além de fedido, tem uma aparência horrível! É bem escuro, tipo graxa, e tem uma consistência de sabão pastoso de lavar louça.

Acoteceram várias coisas desde minha última aparição no QB que nem lembro mais. Vou ver se faço mais uns textinhos pro blog de vez em quando. Não prometo nada, mas vou tentar. Bjs!

Anúncios

Reta Final

janeiro 31, 2010

Lá se vão dois meses desde que escrevi aqui pela última vez. A combinação trabalho + cansaço + calor + dor nas costas me deixou longe do computador à noite, quando costumava escrever aqui.

Tantas e tantas coisas aconteceram nesse tempo. Chegamos ao tão esperado nono mês da gestação!!! Há 13 dias, na última ultrassonografia que fizemos, o Luiz Henrique já tinha aproximadamente 49 cm e 3,200 kg. Com o cálculo de que ele ganha, em média, 200g por semana, ele deve chegar a quase 4kg até nascer.

Esse tamanho, aos poucos, está acabando com as minhas esperanças de parto normal. Nosso filhote está na posição certa, mas ainda não está ‘encaixado’ e dificilmente conseguirá. Paciência.

Na última consulta, o coração quase explodiu de nervoso quando o Dr. Pedro olhou os exames e disse: “Não chega ao Carnaval!”. Na sexta-feira, na próxima consulta, teremos uma previsão mais aproximada do dia em que finalmente conheceremos o Luiz Henrique. Haja coração.

As malas estão prontas e a partir dessa semana não trabalho mais. O objetivo é tentar descansar e arrumar as últimas coisas que faltam na casa. Duro vai ser segurar a emoção. Ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, tá chegando a hora!!!!

Sombra e água fresca: ADEUS!!!

setembro 22, 2009

Foram 21 dias em casa. Nada mal, né? Mas o bem-bom da licença dada às grávidas por causa da gripe suína acabou. Amanhã a vida volta ao normal e confesso que estou com preguiça só de pensar.

Cozinhei – e por consequência comi – muito, dormi muito, pensei muito. Passei hoooras na internet, li todos os blogs, sites, livros e revistas sobre gravidez do mundo! Vi as decorações mais lindas e as mais esquisitas para quartos de bebês, ganhei presentes incríveis (eles merecem um post qualquer dia desses), comecei a fazer exercícios, fiz uma ultra e enchi muuuuito o saco do Thales. 😛

Foi bom ter tempo para fazer tudo isso, mas tenho que admitir que a paciência estava acabando. Não é como estar de férias. Além da licença, seguindo as orientações do obstetra, tive que ficar longe de shoppings, restaurantes (é verdade que ignorei essa orientação umas duas vezes), cinemas, teatros. Os programas se resumiram a rápidas idas ao supermercado mais perto, almoços na casa dos meus pais, um churrasco e uma saída para a casa de um amigo. Tudo para evitar a gripe suína. Deu certo, ainda bem, mas foi chaaaato.

Não posso dizer que volto às atividades normais 100%, já que estou com uma sinusite chata há uma semana. Antibiótico por 14 dias. E pra completar, Thales tá com conjuntivite. Sensacional, né? Luiz Henrique tem pais muito saudáveis… hehehehe

Amanhã vou desfilar minha barriguinha por aí. Até que enfim!!! 🙂